Conheça as cidades mais musicais do planeta

Conheça o ranking das 10 cidades imperdíveis pra quem curte rock e blues.


Quer viajar e curtir música ao mesmo tempo? O Rio Rock & Blues Club elegeu dez destinos que são imperdíveis para todo amante de rock e de blues. São lugares que reúnem história e ao mesmo tempo opções para você ouvir a música que gosta. A tarefa foi difícil, mas vamos lá. Confira o nosso ranking das cidades mais musicais do mundo.

Chicago, Estados Unidos
Às margens dos grandes lagos está a cidade de Chicago, famosa pelas suas histórias de mafiosos e também por ser o berço de um dos estilos de blues mais cultuados no mundo. O blues de Chigaco tem entre seus expoentes nomes como Muddy Waters, Freddie King e Otis Rush. A cidade, portanto, é a parada número 1 no mundo para quem curte blues. São diversos bares que tocam o estilo, e o mais famoso é o do guitarrista Buddy Guy. O turista que visita a cidade encontra vários pacotes para tours musicais pelos bares e pontos turísticos da metrópole. De lá também parte a famosa Route 66. Viajar por essa estrada em uma Harley-Davidson ouvindo rock´n roll é o sonho de 99% dos roqueiros.

Londres, Inglaterra
A capital britânica é sem dúvida o destino número 1 para quem gosta de rock. A cidade não é o berço do rock, mas foi nela que o estilo foi lapidado. Foi lá que nasceram algumas das bandas e artistas mais importantes da história da música, e os ingleses sabem valorizar a cultura. A cidade é recheada de marcos do rock, desde a casa de Freddie Mercury, até a famosa Abbey Road. Tirar uma foto atravessando a rua reproduzindo a capa do famoso disco dos Beatles é quase um clichê para todo amante do rock. A cidade é repleta de pubs históricos com música ao vivo. O Dublin Castle, por exemplo, oferece shows todas as noites. Às vezes são 4 na programação. Muitas bandas famosas começaram nesses pubs. Existem vários tours para levar os turistas a mergulhar na atmosfera musical dessa cidade que é uma das mais surpreendentes culturalmente em todo mundo.

Liverpool, Inglaterra
Uma vez na Inglaterra, você não pode deixar de conhecer outras duas cidades além de Londres. A primeira é Liverpool. A cidade natal dos Beatles soube muito bem aproveitar a fama dos seus mais ilustres filhos. A beatlemania até hoje é uma fonte de receita importante de turismo. Uma vez por ano acontece a Beatle Week que reúne mais de 70 bandas de 20 países. A principal atração musical da cidade é o Cavern Club, claro. O pub onde os Beatles iniciaram a carreira na verdade não existe mais. Ele foi demolido em 1973, mas foi rigorosamente copiado e reaberto em um novo endereço na mesma rua. Para se hospedar, você pode ficar no Hard Days Night Hotel, um hotel temático totalmente inspirado nos Beatles. Ir a Liverpool é viver a história da mais importante banda da música de todos os tempos.

Manchester, Inglaterra
Essa outra cidade inglesa também foi berço de duas grandes bandas da história: Oasis e The Smiths. A música também faz parte da sua cultura. Na Richard Goodall Gallery, por exemplo, você vai encontrar exposições e shows de rock, além de inúmeros pôsteres musicais – que também podem ser comprados online. A programação noturna fica por conta do Night and Day Cafe, recomendado pelo Visit Manchester. Ele se autoproclama o melhor bar de rock’n’roll da Europa e apresenta música ao vivo seis dias por semana.

Paris, França
Depois de curtir a história do rock inglês, atravesse o canal da mancha e vá até Paris. A cidade luz, como é mundialmente conhecida, também é muito musical. Apesar de não ter produzido grandes bandas e artistas famosos na cena do rock e do blues, a capital francesa é parada obrigatória para todos. A cidade tem uma cena muito rica e variada, oferece shows de artistas do mundo inteiro durante todo o ano. Os maiores artistas pop e rock do mundo batem ponto por lá desde o início do rock´n roll. O mais famoso, Jim Morrison, foi enterrado lá e seu túmulo virou ponto turístico e recebe milhares de visitantes até hoje. A cada noite de 21 de junho, para comemorar a chegada do verão, a cidade recebe a “Fête de La Musique”, a festa da música, com músicos se apresentando em ruas e praças.

Nova York, Estados Unidos
Depois de visitar a Inglaterra e a França é hora de atravessar o Atlântico de volta. A próxima parada obrigatória sem dúvida nenhuma é Nova Iorque. A Grande Maçã vive numa variada trilha sonora: quando não há shows de artistas ou DJs famosos tocando em algumas de suas numerosas discotecas, artistas de rua tomam as calçadas das principais ruas turísticas e do Central Park. Este último recebe o palco principal do Summer Stage, festival de música realizado durante os meses do verão americano, com artistas do mundo inteiro tocando no parque e em palcos espalhados pela cidade. Nova York tem muitas histórias do rock pra contar. Pelos quartos do hotel Chelsea, passaram Bob Dylan, Janis Joplin, Jimi Hendrix e Sid Vicious, entre outros grandes nomes. Iggy Pop, Velvet Underground, Elvis Costello, Sex Pistols e Ramones fizeram tremer as paredes pichadas do lendário clube CBGB & OMFUG. Nesse reduto histórico hoje funciona uma loja. A cidade também foi palco de um dos fatos mais tristes da história do rock: a morte de John Lennon. A poucos metros do edifício Dakota, onde Jonh Lennon morava e foi morto, surgiu o Strawberry Fields Memorial. Para completar sua visita a NY você pode dar uma passadinha nas incríveis lojas de instrumentos musicais da cidade que oferecem de tudo, especialmente guitarras espetaculares. Se tiver mais tempo livre, vale a pena fazer um bate-volta até Bethel, cidadezinha onde se realizou o mítico festival de Woodstock.

Los Angeles, Estados Unidos
Na Costa Oeste do pais está a Califórnia e sua capital é um centro produtor de música e de arte. Ali pertinho está Hollywood com seus estúdios de cinema. A cidade, portanto, é residência de praticamente todos os grandes artistas. Los Angeles também foi berço de grandes bandas de rock e alguns bares fazem parte da história. O Rainbow é um deles. Essa casa fundada em 1972 é ponto de encontro de músicos famosos e seus fãs. No Rainbow você pode esbarrar com algum músico lendário que frequenta o bar. Eram clientes costumeiros da casa nomes como Keith Moon, Alice Cooper, Micky Dolenz, Harry Nilsson, John Lennon, Ringo Starr e o pessoal do Guns´n Roses. Na mesma rua fica o Wisky A Go-Go, outro lugar histórico que lançou bandas lendárias como The Doors, The Byrds e Steppenholf.

Nova Orleans, Estados Unidos
Nova Orleans sem dúvida é a cidade mais musical do mundo. Ela respira e vive de música. É conhecida por ser a capital mundial do jazz. Por lá você encontra shows de jazz ao vivo por todo lugar, seja em bares ou com artistas de rua na famosa Bourbon Street. Anualmente, entre o final de abril e o começo de maio, Nova Orleans recebe o Jazz Fest, maior festival de jazz do mundo. Muitos turistas visitam a cidade também durante o Mardi Gras, um dos mais famosos carnavais do planeta.

Memphis, Tennessee
A cidade de Memphis, no Tennessee, foi onde viveu o “Rei” do rock Elvis Presley até sua morte, em 1977. Sua residência, Graceland, virou um ponto de peregrinação para fãs do mundo inteiro. Memphis foi uma cidade importante para o rock, mas também para a soul e o rythm and blues. Na cidade ficam o Stax Museum (Museu da soul americana) e a Sun Records, gravadora onde artistas como Elvis e Johnny Cash deram seus primeiros passos.

Nashville
A cidade é o berço da música country americana e é considera o 13º destino turístico mais importante dos EUA, eleita em uma das premiações mais tradicionais e notáveis do turismo internacional, a “Readers’ Choice Awards”, realizada pela revista Condé Nast Traveler. A cidade é querida pelo atrativo musical, com centenas de bares com música ao vivo, mas também tem recebido muitos turistas em busca das curiosidades históricas, gastronomia e dos shoppings.

Concorda com o nosso ranking? Comente com suas sugestões e relate suas experiências. Nossos leitores agradecem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *