Querendo ser o que não é

Claudia Leitte interpreta clássico do Led Zeppelin e recebe críticas dos zeppelianos


Por quê os artistas pop volta e meia interpretam algum grande clássico de uma banda de rock da história? Muito simples: eles querem passar uma imagem de que são competentes musicalmente e merecem respeito.

Pois bem, um artista pop merece respeito sim, mas definitivamente não pela qualidade artística da sua obra. Um artista pop merece respeito pela sua capacidade de se relacionar com a grande massa consumidora do seu trabalho, de nadar conforme a maré aproveitando as tendências da moda, de ser altamente profissional e fazer muito bem feito aquilo a que ele se propõe. Isso não é fácil e merece aplausos.

Porém, nem sempre um artista pop será reconhecido como um grande artista sob o aspecto de consistência da sua obra. Muito pelo contrário, na maioria das vezes, ser pop significa ser inconsistente para ser facilmente consumível. Claro que isso é uma generalização. Existem artistas pop que marcaram a história da música com obras simplesmente ímpares, como Madonna, Michael Jackson, e por aí vai. Mas, não temos como negar que a grande maioria persegue constantemente a notoriedade e o sucesso, e isso faz com que seus trabalhos acabem sendo norteados por esse único objetivo.

Os Beatles foram a maior banda pop do planeta, sem dúvida, mas o que os diferencia das demais é que, em um determinado momento da carreira, eles disseram “chega. Agora nós vamos fazer o que temos vontade. Vamos nos dar ao direito de mostrar a nossa criatividade e fazer coisas realmente novas “. Então, surgiu Sargent Peppers Lonely Harts Club Band.

É claro que atingir esse patamar não é fácil. É preciso, além de competência, ter verdade de propósito e, principalmente, muita coragem de ousar, não no palco, diante dos holofotes, mas na criação de sua obra.

Claudia Leitte merece todos os aplausos pela competente artista pop que é. Mas, quando vemos ela cantando uma música do Led Zeppelin no The Voice Brasil pensamos “opa… tem alguma coisa errada nisso. Alguma coisa não está encaixando”. Sim, o pop comercial e Led Zeppelin definitivamente são duas coisas que não combinam e a performance fica parecendo uma grande caricatura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *