A magia dos Beatles ainda está viva

Grammy de melhor filme musical para o documentário Eight Days a Week mostra que o fascínio pelos Beatles persiste até hoje


Eles foram a maior banda da história e ainda hoje, mesmo quase 50 anos após seu fim, ainda emocionam o público. Os Beatles estão mais vivos do que nunca e sua magia persiste. A prova é que o documentário Eight Days a Week – The Touring Years, que mostra o início da carreira da banda e seus 250 shows, desde as apresentações no Cavern Club até o último em 1966 em São Francisco, levou o prêmio de melhor filme musical na edição 2017 do Grammy.

Dirigido pelo renomado cineasta Ron Howard, o documentário conta a história meteórica da banda e o fenômeno Beatlemania. Exibido em mais de 30 países, o filme arrecadou mais de 12 milhões de dólares em bilheteria. Algo bem significativo para um documentário. Como explicar o sucesso tão estrondoso que a banda teve e tem até hoje?

Os Beatles eram muito bons, mas além disso, eram divertidos, carismáticos e sabiam fazer marketing. Muito antes das redes sociais, os Beatles valiam-se de uma estratégia poderosa de divulgação. Excelentes fotógrafos acompanhavam a banda e faziam milhares de registros. Isso explica a quantidade enorme de fotos que continuam alimentando os fãs até hoje. Eles contavam também com jornalistas. Em sua turnê pelos EUA cooptaram o radialista Larry Kane para acompanhá-los. O depoimento de Kane diz tudo. “aquela turnê mudaria completamente a história da música pop, do show biz, do entretenimento e da cultura jovem ao redor do mundo”.

Assistir o documentário é um programa obrigatório para os amantes do rock. O filme está em cartaz no Odeon, na Cinelândia, com sessão única às 20:30h. Além de ver o documentário, você pode curtir todo clima especial e histórico do Odeon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *