Músico empresário

Vocalista do CPM 22 é um dos vários exemplos de músicos que investem em outras atividades


Vida de músico não é fácil, muitas vezes é preciso investir em outras atividades para complementar a renda. Mas muitas vezes o objetivo não é financeiro. Muitos fazem isso porque possuem espírito empreendedor e interesses em várias áreas. O vocalista da banda CPM 22 Fernando Estéfano Badauí, mais conhecido como Badauí, é um desses exemplos e revela seu lado empreendedor. “Eu sempre tive vontade de ter um bar, restaurante, então, me associei as pessoas certas como o Henrique Fogaça, que tem uma história de vida parecida com a minha, e criamos o Cão Véio”, disse o músico em entrevista no programa Pra Frente Sempre, da TV IG. O Cão Véio é um gastropub, que fica em São Paulo, e serve cervejas especiais, além de um cardápio elaborado pelo Chef Henrique Fogaça.

“No primeiro ano do bar, eu trabalhei no operacional, no administrativo e ainda tocava. Eu precisava me envolver no negócio. Não queria ‘brincar’ de ser dono de bar. Hoje estamos com um modelo de franquia, duas com contrato assinado, uma em São Paulo e outra em Brasília. Os franquiados serão todos padronizados, da administração a cozinha ”, revela.

E quem pensa que o líder do CPM22 vai parar por aí, está muito enganado. “Estou com um projeto de uma rede de academias, mas ainda está engatinhando. É uma academia diferenciada como foco em formação de atletas de MMA, teremos uma cozinha orgânica elaborada pelo Fogaça”, completa.

Um dos mais conhecidos exemplos de músico que investe em várias outras atividades é o vocalista do Iron Maiden, que além de segurar a peteca da mais famosa banda de Heavy Metal do mundo também é mestre cervejeiro e piloto de avião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *