Bruce Dickinson defende pubs com música ao vivo no Reino Unido

Fechamento de pequenas casas de show na Inglaterra preocupa músico que diz que Iron Maiden não existiria se não fossem esses lugares


Não é só no Brasil que as pequenas casas de shows de rock´n roll estão sofrendo. A Inglaterra também vem registrando nas últimas décadas o fechamento de diversos pubs que ofereciam música ao vivo. A diferença é que por lá, a classe artística se mobiliza para defende-los.

Um dos defensores desses pequenos espaços culturais e de entretenimento é nada mais nada menos que, Bruce Dickinson, o vocalista da mais bem sucedida banda de Heavy Metal da história, o Iron Maiden. Em entrevista a um site inglês de notícias sobre música, Bruce disse que esses lugares são fundamentais para o surgimento de novas bandas. Ele afirma que o Iron não existiria sem lugares pequenos onde a banda pode começar sua carreira.

A mais famosa e influente banda de toda história da música, os Beatles, também começou em um pequeno pub subterrâneo na cidade de Liverpool, o lendário Cavern Club, onde fizeram mais de 300 shows até serem descobertos e conquistarem o mundo.

Todas as grandes bandas de rock da história tocaram em pequenos espaços no início de suas carreiras. Esses locais são fundamentais para a oxigenação do rock. Pena que aqui no Brasil, e mais especificamente no Rio, o governo e a própria sociedade não dê nenhum apoio. Poucos músicos influentes saem em defesa desses espaços. A luta se restringe apenas aos empresários, que ainda por cima, mesmo diante das inúmeras dificuldades, levam a fama de exploradores.

Não é a toa que o rock aqui vai mal das pernas. Como sobreviver sem lugares onde novas bandas possam nascer e crescer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *